Célia e Alexandre

Casamentos Caeté - Mg
1254 93

Nossa história... Celinha & Alexandre

Nossa história começou a 26 anos atrás, nos conhecemos na tarde do dia 24 de junho de 1990, no Casa Nova na “Tarde Explosiva”. Ele estudava na mesma sala da minha irmã que estava comigo naquele dia. E foi assim que tudo começou, conversamos um pouco sobre notas e ele sem querer dedurou minha irmã que tinha tomado recuperação e estava escondendo rsrs. Depois fomos um para cada lado, até que tocou uma música (a nossa música – “Quatro semanas de amor” – Luan e Vanessa) e ele me chamou pra dançar.

Logo na segunda-feira começaram os recadinhos através da minha irmã, e assim se seguiu por umas duas semanas. Até que nos encontramos novamente, dessa vez no Ferro Brasileiro, enquanto conversávamos o espertinho me ofereceu uma bala e eu (inocente) aceitei, acreditando que estava no bolso dele, mas foi apenas um pretexto para me roubar um beijo! Aí eu encontrei a bala kkkkk (icekiss). Foi aí que tudo começou... gamei! Puxei minha irmã pelo braço até o banheiro, e como em cena de novela, suspirei e disse: Tô Apaixonada!!!


Namoramos por oito meses e noivamos por mais oito. E o nosso casamento aconteceu no dia 21/12/1991, dia do aniversário dele, na igreja São Francisco de Assis. Dissemos sim um ao outro e a uma nova etapa de nossas de vidas, que se tornou uma só! Sempre tive a certeza que ele era o amor da minha vida! A minha vida! E assim adotamos esse apelido, cheio de amor, e nos chamamos assim até hoje... Somos bem diferentes mas assim nos completamos, ele mais tranquilão, esportista (ama uma bicicleta), sempre muito paciente, mas também meio desajeitado e desastrado, parece uma criança rsrsrs.

Eu mais objetiva, mais prática, mais brava, mas também muito sensível e carinhosa.


Tenho certeza que nosso amor é tão forte por sermos exatamente como somos, e por ter também os mesmos sonhos, e objetivos. O maior de todos, nossa família e nossas filhas, que são o nosso bem maior!


Fazer 25 anos nos faz olhar pra nossa história e ver que vivemos muita coisa! Foram muitos desafios mas todos eles superados pois uma coisa nunca mudou: o nosso amor, companheirismo, cumplicidade... Mas também o que não faltaram foram sorrisos, gargalhadas e muitas histórias pra contar, daria pra escrever um livro... A nossa vida me lembra aquela passagem bíblica: “O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais morre” (1 Coríntios 13)


E por tudo isso que hoje queremos celebrar, agradecer a Deus e comemorar a nossa “VIDA”, pois vinte e cinco anos não são vinte e cinco dias, é toda uma vida, uma história, a mais linda que poderia ter vivido. Como é bom chegar aqui, olhar para o lado e ver que estamos juntos e que o nosso amor vence tudo!